Próximos Eventos

No events

Simple RSS Feed Reader (by JoomlaWorks)

  • Notícias

    Reunião aborda estratégias de excelência para universidades Dando continuidade às discussões para implementação de ações de internacionalização nas universidades brasileiras, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) recebeu nesta quinta-feira, 16, representantes da Fundação Alemã de Pesquisa Científica (DFG) para a reunião “Estratégia de[…]

    Read more...
  • Notícias do CNPq

    Read more...
  • Agência FAPESP

    Simulações numéricas mostram que fenômeno apresenta comportamento peculiar, que é a oscilação da entropia na fase inicial do processo. No fim, a entropia aumenta, como era de se esperar, indica pesquisa

    Read more...

Contato

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Programa de Pós-graduação em Ciência Florestal
Prédio da Engenharia Florestal
Rodovia MGT 367 - km 583, nº 5000, Alto da Jacuba
Diamantina - MG - Brasil
CEP 39.100-000
PABX: (38) 3532-1200
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Login

Detalhes do Download
Thiago José Ornelas Otoni Thiago José Ornelas Otoni POPULAR
(1 Voto)

ESTRUTURA, COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E RELAÇÃO VEGETAÇÃO-AMBIENTE DO COMPARTIMENTO ARBUSTIVO-ARBÓREO DE CERRADO

Este trabalho teve como objetivo conhecer a estrutura, composição florística e relação vegetação-ambiente em comunidades arbustivo-arbóreas de diferentes fitofisionomias de Cerrado. Os fragmentos situam-se na Fazenda Experimental do Moura em Curvelo-MG (cerrado sentido restrito – 18,84° S e 44,39° W; cerradão – 18°82‟ S e 44°25‟ W; altitude média de 715 m), sob clima do tipo Aw de Köppen e sobre substrato de Latossolos ácidos e distróficos. O Inventário florestal foi conduzido por meio de parcelas permanentes retangulares (20×50 m) com área de 1000 m²; para a regeneração natural (RN), utilizou-se sub-parcelas com área de 100 m² (2×50 m), instaladas no centro de cada parcela. Foram instaladas trinta unidades amostrais na área de cerrado sentido restrito (quinze para a vegetação adulta e quinze para a RN) e dez unidades na área de cerradão. O compartimento adulto foi representado por todos os indivíduos vivos dentro das parcelas com DAS (circunferência a 0,3 m do nível do solo) > 5,0 cm, e nas sub-parcelas, para a RN, registrou-se todo indivíduo vivo com comprimento de fuste > 10 cm e DAS < 5,0. Árvore com fuste bifurcado foi incluída como indivíduo único e no caso da vegetação adulta quando o valor dos DAS fundidos atendia ao critério. A RN foi subdividida em três classes de diâmetro: I – (DB entre 0,028 e 2,0 cm); II – (DB entre 2,0 e 4,0 cm) e III – (DB > 4,0 cm). Foram coletadas variáveis ambientais para cada parcela para subsidiar análises diretas de gradiente por meio de duas matrizes (vegetação e ambiente). Foram realizadas análises de diversidade alfa e beta temporal (cerrado sentido restrito entre adultos e RN). Foi registrado um total de 127 espécies nas três áreas, sendo 39 famílias identificadas e 89 gêneros identificados. As análises de correspondência canônica indicaram correlações significativas entre distribuição espacial da abundância de espécies com algumas variáveis ambientais para quatro das cinco análises realizadas (duas para o compartimento adulto e três para as classes da RN). As análises indicaram valores de diversidade alfa condizentes para áreas de Cerrado. Destacam-se em função da densidade, em toda a amostragem, os gêneros Annona, Byrsonima, Erythroxylum, Myrcia e Qualea e a espécie Magonia pubescens.

Palavras-chave: formações savânicas; análise multivariada; flora vascular; fitossociologia.

.
Dados
Autor Thiago José Ornelas Otoni
Orientador Israel Marinho Pereira
Coorientador Não teve
Tamanho 1.52 MB
Bolsista CAPES
Data da defesa 2011-09-30
Downloads 116
Avaliação
(1 Voto)

JUNewsUltra Pro

A PRPPG divulgou o resultado da seleção ao mestrado e ao doutorado do PPGCF. Confira em http://goo.gl/B48z8C...
Detalhes do Programa   Grande Área: Ciências Agrárias Título para o Egresso: Ciência Florestal Nível: Doutorado e Mestrado Acadêmico Duração do Curso: Máxima de 48...
Gestores   Docente Período Prof. Dr. Marcelo Luiz de Laia (Coordenador) 2013 - 2015 Prof. Dr. Marcio Leles Romarco de Oliveira (Vice Coordenador) 2013 - 2015 Prof. Dr.
Capes aprova curso de doutorado em Ciência Florestal junto ao PPGCF Na 156ª reunião do Conselho Técnico Científico da Educação Superior...
P. É possível realizar a matrícula como aluno especial para cursar uma disciplina?R. Sim. Por favor, entre em contato com...